Dicas Fantásticas · Receitas

Geleia de maçã com canela e o final de semana perfeito

Sim, eu tinha grandes expectativas para esse final de semana, mas ele foi um milhão de vezes melhor do que eu poderia ter sonhado!

No sábado, foi dia de visitar as Unidades demonstrativas do IPC (Instituto de Permacultura e Ecovilas do Ceará) que ficam no Eusébio. Todo segundo sábado de cada mês, eles recebem visitação. Pra quem se interessa sobre permacultura e sistemas agroflorestais, tem que ir lá visitar.

laguinho
Laguinho do sítio Floresta

O que impressionou logo de cara, foi o sistema de filtragem da água do lago feita por aguapés. Um catavento retira a água do lago, que é jogada em uma escadinha de vasos de aguapés. No final da escadinha a água é devolvida para o lago. Por mais que pareça que a água do lago é escura, quando você observa melhor, vê que é cristalina.

filtro-agua-lago
Parte final do sistema de filtragem do lago

A água do lago é usada na irrigação do sítio. E toda água cinza da casa é tratada por um sistema usando plantas e depois devolvida ao lago também. Outra coisa que me encantou foram as cisternas para coleta de água da chuva. Todas as casas tem uma ou mais cisternas, que chegam a abastecer a casa por vários meses.

telhado
Cisterna com sistema de separação da “primeira” água da chuva

No sítio Janaguba, o que mais me encantou foi o sistema agroflorestal que tem lá. A variedade de plantas no espaço é gigantesca: margaridões, moringa, algodão, ata, jaca, sisal, abacaxi… é uma verdadeira mini floresta.

siaf
Sistema agroflorestal do sítio Janaguba

Domingo foi dia de dirigir um pouquinho mais, dessa vez pro Aquiraz (51 Km de ansiedade na ida e 51 Km da mais pura felicidade na volta), pra ver uma pessoa linda e que é pura inspiração. Foi dia da oficina da Sandra Guimarães do blog Papacapim, organizada pela galera maravilhosa do Agrião e Canela e da Imagine Utopia

imagine
Todo mundo concentrado. Foto @imagineutopia

Eu conheci o blog da Sandra há alguns anos, e foi difícil não se apaixonar com a diversidade de conteúdos que falavam diretamente com minha alma. Em cada post, uma história, uma receita, ativismo, dicas de alimentação saudável e a cultura de lugares apaixonantes por onde ela passa. O blog é leitura obrigatória para todo mundo que está iniciando no veganismo e mesmo os que já são veganos há muito tempo.

Conhecer a Sandra foi uma experiência muito marcante. Escutar aquela pessoa linda (com sotaque de Natal) contando a história da sua vida e falando sobre seu trabalho da Palestina, seu ativismo gastronômico vegano, suas viagens, sua esposa e o trabalho dela com fotografia… fica difícil até descrever quantos sentimentos se misturaram nessa hora. A admiração cresceu até a estratosfera.

mesa
Eu comi como se não houvesse amanhã

A oficina foi uma mistura de aula de culinária com receitas para um brunch e café da manhã e palestra sobre veganismo e ativismo. Teve receitas árabe, alemã, omelete de grão de bico (que eu não conseguia parar de comer), patê de tofu com tomate seco, nutelim (a prima vegana da Nutella, feita de amendoim). Sempre receitas simples, fáceis de fazer e altamente nutritivas.

Eu espero que essa seja a primeira de muitas vezes que ela venha nos visitar, e que da próxima vez passe um pouquinho mais de tempo pra conhecer esse Ceará tão lindo. Enquanto isso não acontece, vai lendo o blog dela pra descobrir um novo mundo.


Geleia de maçã com canela

Essa geleia tinha vários fãs na época que eu as vendia. Posso até dizer que essa era a minha geleia campeã de vendas.

Pra fazer receita de geleia, o ideal é que você tenha uma balancinha de cozinha e o açúcar pode ser o branco ou o demerara.

geleia-de-maca-com-canela

Ingredientes

4 maçãs

Sumo de 1/2 limão

1/2 colher de chá de canela em pó

Açúcar

Lave bem as maçãs (eu gosto de usar elas com casca e tudo). A geleia pode ser feita de duas formas: se você gostar de uma textura mais grossinha, rale as maçãs no ralo grosso. Caso queira uma geleia mais líquida, fininha, bata as maçãs no liquidificador com um pouquinho de água (bem pouquinho mesmo).

Pese as maçãs para saber a quantidade de açúcar. Muitas pessoas usam o mesmo peso de açúcar para o peso da fruta. Eu prefiro usar metade, então se suas maçãs pesaram 300g, você vai usar 150g de açúcar (ou até um pouco menos).

Cozinhe as maçãs no fogo baixinho com o sumo do limão por mais ou menos 25 minutos, mexendo vez por outra (cuidado pra não grudar). Adicione o açúcar e a canela e deixe cozinhar por mais 25-30 minutos. Está pronta a geleia!

 

Cuidados para colocar no vidro

1 – O vidro deve estar limpo. Escalde ele por 10 minutos (a tampa também) e deixe secar sobre um pano limpo com a boca para baixo

2 – Coloque a geleia ainda quente no vidro, sempre usando utensílios limpos e sem colocar a colher dentro do vidro.

3 – Após colocar a geleia no vidro, feche e deixe-o ele de cabeça para baixo por mais ou menos 10 minutos. Isso ajuda na vedação e esterilização do ar dentro do vidro.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s